Destaque

Guarda as Tuas Crianças

Guarda as Tuas Crianças
Dez Conselhos que Nunca Deve esquecer para Evitar os Afogamentos de Crianças
1. Perto da água, não perca as crianças de vista nem por um segundo!
2. Dificulte o acesso das crianças à água: vede ou cubra piscinas, lagos, tanques, poços e fossas.
3. Nunca deixe uma criança de 3 ou 4 anos sozinha na banheira.
4. Despeje toda a água de baldes, alguidares e banheiras logo após a utilização.
5. Coloque sempre braçadeiras às crianças em águas paradas, transparentes e pouco profundas ou um colete salva-vidas em águas agitadas, turvas ou profundas.
6. Escolha praias e piscinas vigiadas e cumpra a sinalização.
7. Ensine as Crianças a nadar, mas mantenha a vigilância.
8. Não deixe as crianças irem nadar sozinhas e mergulhar de cabeça se conhecer a profundidade da água.
9. Aprenda a fazer reanimação cardiorrespiratória, esse gesto pode salvar uma vida.
10. Ao identificar um caso de afogamento, chame por socorro.
Ligue: 112
 
Um conselho: GNR

Galeria relacionada: 

Guarda as Tuas Crianças

Guarda as Tuas Crianças

Dez Conselhos que Nunca Deve esquecer para Evitar os Afogamentos de Crianças

1. Perto da água, não perca as crianças de vista nem por um segundo!
2. Dificulte o acesso das crianças à água: vede ou cubra piscinas, lagos, tanques, poços e fossas.
3. Nunca deixe uma criança de 3 ou 4 anos sozinha na banheira.
4. Despeje toda a água de baldes, alguidares e banheiras logo após a utilização.
5. Coloque sempre braçadeiras às crianças em águas paradas, transparentes e pouco profundas ou um colete salva-vidas em águas agitadas, turvas ou profundas.
6. Escolha praias e piscinas vigiadas e cumpra a sinalização.
7. Ensine as Crianças a nadar, mas mantenha a vigilância.
8. Não deixe as crianças irem nadar sozinhas e mergulhar de cabeça se conhecer a profundidade da água.
9. Aprenda a fazer reanimação cardiorrespiratória, esse gesto pode salvar uma vida.
10. Ao identificar um caso de afogamento, chame por socorro.

Ligue: 112

Um conselho:
GNR